Para que serve o "tal" PEDIGREE?

 Mais que um certificado de pureza racial, o pedigree é a certidão de nascimento de um cão.

Nele consta o nome do filhote, data de nascimento, raça, cor, sexo, bem como o nome de seus pais, avós e bisavós. Ficam também registrados nesta árvore genealógica os títulos de campeonatos que os mesmos conquistaram ao longo da vida.

 Assim que o criador registra a ninhada recebe um protocolo do registro, o qual deverá ser entregue ao comprador. Este protocolo é a garantia de que o pedigree definitivo está a caminho, o qual costuma demorar a chegar ao kennel club pois é mandado para a cede da FCI que se localiza na Bélgica, e em seguida enviada de volta para a associação requisitora do mesmo.

Isso pode levar até cinco meses, por isso a importância do protocolo.Um cão com pedigree traz mais segurança para quem o adquire. No pedigree costa o nome do criador e a Entidade Cinófila que emitiu o documento, onde possuem o cadastro do e todo seu histórico de criação. 

Os cães com pedigree costumam ser um pouco mais caro. As garantias que o criador passa a obrigar-se, com o registro do filhote são inúmeras, perante a sociedade civil e perante as Sociedades Cinófilas, responsáveis pela emissão deste documento. 

Os verdadeiros criadores costumam se preocupar com o destino dos filhotes de sua criação, procurando saber se a raça que cria se encaixa com o perfil da família que pretende adquirir o filhote, orientando e dando todas as garantias, inclusive contratuais, ao pretenso comprador. 

Evite comprar filhotes em esquinas e praças, feiras de filhotes, ou mesmo em pet shops. Geralmente são cães de pouca saúde e fora dos padrões da raça, e certamente lhes causará algum problema passando-se alguns dias. 

Um filhote de qualidade é mais caro, mas vale à pena!